Conecte-se conosco

Educação

Concurso com 77 vagas é aberto pela prefeitura de Nova Brasilândia do Oeste

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Reprodução

A prefeitura de Nova Brasilândia D’Oeste (RO) lançou nesta semana o edital de um concurso público com 77 vagas para preenchimento de cargos efetivos. O concurso também vai selecionar agentes de controle interno e contadores para a Câmara Municipal e o Nova Previ.

Os salários vão de R$ 833 para vigia a R$ 8,5 mil para médico clínico geral. Há vagas para:

  • agente administrativo,
  • agente de endemias,
  • agente de saúde,
  • agente de controle interno,
  • agentes fiscais,
  • analista de sistema,
  • auxiliar de serviços diversos,
  • contador,
  • eletricista automotor,
  • enfermeiro,
  • engenheiro civil,
  • fisioterapeuta,
  • intérprete de libras,
  • mecânico,
  • médico clínico geral,
  • médico veterinário,
  • nutricionista,
  • odontólogo,
  • operador de máquinas,
  • orientador educacional,
  • professor de ciências biológicas,
  • professor de história,
  • professor de língua portuguesa,
  • professor de matemática,
  • professor de educação física,
  • professor de inglês,
  • pedagogo,
  • psicólogo,
  • psicopedagogo,
  • técnico educação cuidador,
  • técnico de segurança no trabalho,
  • técnico em enfermagem,
  • técnico em radiologia
  • e vigia.

As inscrições começam no dia 4 de janeiro de 2021 e vão até o dia 29 do mesmo mês e podem ser feitas pela internet. A taxa de inscrição é de R$ 80 para nível fundamental, R$ 100 para nível médio e técnico e R$ 120 para nível superior. A isenção de pagamento da taxa poderá ser solicitada nos dias 4 e 5 de janeiro.

As provas objetivas estão marcadas para o dia 14 de fevereiro de 2021. Para alguns cargos há também prova prática e avaliação de títulos. A previsão é que o resultado final seja divulgado em 7 de abril de 2021.

Fonte: G1/RO

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Educação

Justiça Federal suspende Enem no Amazonas

Publicado

em

A Justiça Federal suspendeu na noite de quarta-feira (13) a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no estado do Amazonas, em função do avanço da pandemia de covid-19. O primeiro dia de provas estava marcado para o próximo domingo (17), e o segundo dia para 24 de janeiro.

Pela decisão liminar (provisória) do juiz Ricardo Augusto de Sales, da 3ª Vara Federal Cível do Amazonas, a realização do Enem no Amazonas deve ficar suspensa enquanto durar o estado de calamidade pública decretado pelo governo estadual. Na semana passada, o governador Wilson Lima publicou decreto que estende o estado de calamidade por mais 180 dias.

O magistrado atendeu a um pedido de liminar feito pelo deputado Marcelo Ramos (PL-AM) e vereador Amom Mandel (Podemos, de Manaus). Ambos destacaram números da covid-19 e afirmaram que o estado se encontra na pior fase já registrada da pandemia, com elevado risco de contágio para os participantes do Enem.

“Destaco que, aparentemente, malfere o princípio da moralidade administrativa se impor aos estudantes e profissionais responsáveis pela aplicação do Enem que se submetam a potenciais riscos de contaminação pelo covid-19, numa situação na qual o Poder Público não dispõe de estrutura hospitalar sanitária para dar o socorro médico devido àqueles que eventualmente necessitarem”, escreveu o juiz em sua decisão.

Desde o fim do ano passado, o Amazonas vive um avanço nos números da doença e está com mais de 90% dos leitos clínicos e de UTI ocupados no estado, tanto na rede pública como na privada. De acordo com dados do governo estadual, foram confirmados 1.958 novas contaminações e 27 mortes nas últimas 24 horas, totalizando 218.070 contaminados e 5.810 mortos no estado desde o início da pandemia.

A Agência Brasil entrou em contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do Enem, para comentar a decisão e aguarda retorno. A Advocacia-Geral da União disse não comentar o processo em curso.

Suspensão nacional

Na terça-feira (12), a Justiça Federal de São Paulo negou um pedido da Defensoria Pública da União (DPU) para adiar a realização do Enem em todo o território nacional.

Na decisão, contudo, a juíza federal Marisa Claudia Gonçalves Cucio ressalvou que a imposição de medidas de isolamento mais severas por autoridades sanitárias locais e regionais seria um impedimento para a realização da prova. Nesses casos, “ficará o Inep obrigado à reaplicação do exame diante da situação específica”, ordenou a magistrada.

De acordo com dados do Inep, há 5,78 milhões de inscritos para realizar as provas presenciais do Enem em todo o Brasil.

da Agência Brasil

Continue lendo

Educação

Provas do Enem não serão aplicadas em Rolim de Moura devido a pandemia. Veja o vídeo

Publicado

em

Procurador Geral de Rolim de Moura, Luiz Eduardo Staut, comenta sobre aumento de casos da covid-19 no município e sobre as ações realizadas de combate ao enfrentamento à pandemia.

Ele afirma também, que não haverá a realização das provas do Enem no Município. Assista o vídeo:

Fonte: rolnews

Continue lendo

Educação

Confira o resultado preliminar do concurso da prefeitura de Santa Luzia Rondônia 

Publicado

em

 

Confira o resultado preliminar do concurso da prefeitura de Santa Luzia Rondônia

Resultado preliminar da Prova Objetiva Clique aqui para visualizá-lo

 

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

--Publicidade--

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: