Conecte-se conosco

Mundo

Brasil e banco americano assinam acordo de US$ 1 bi em investimentos

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

(Brasília – DF, 20/10/2020) Robert O’Brien, Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA.
Foto: Marcos Corrêa/PR

O Banco de Exportação e Importação dos Estados Unidos (EximBank) e o governo brasileiro assinaram hoje (20) um acordo para investimentos de até US$ 1 bilhão (R$ 5,6 bilhões) no Brasil.

O Exim e o Ministério da Economia concordam em identificar opções para usar o financiamento do banco americano nas áreas de telecomunicações (incluindo tecnologia 5G, a próxima geração de rede de internet móvel), energia (incluindo nuclear, petróleo e gás e renováveis), infraestrutura, logística, mineração e manufatura (incluindo aeronaves), de acordo com informações da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

O  Ministro de Estado da Economia, Paulo Guedes, durante a cerimônia de assinatura do memorando, no Itamaraty, em Brasília
O Ministro de Estado da Economia, Paulo Guedes, durante a cerimônia de assinatura do memorando, no Itamaraty, em Brasília – Marcos Correa/PR

Na cerimônia de assinatura do memorando, no Itamaraty, em Brasília, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Brasil está abrindo os horizontes de investimentos.

“Fizemos um acordo com o Mercosul, que estava parado há oito anos, com a União Europeia, parado há 20 anos, fizemos um acordo com a Área de Livre Comércio Europeia. Começamos negociações com Japão, Coreia do Sul, Canadá e chegamos a um grande acordo com os americanos para facilitar o comércio, convergência de marcos regulatórios e anticorrupção”, disse Guedes.

Ele acrescentou que o acordo com o Exim “vem no momento exato” em que os horizontes de investimentos em infraestrutura, logística, cabotagem, mineração, petróleo e gás natural estão sendo “desbloqueados”.

“O Congresso está aprovando passo a passo cada uma dessas regras de modernização do marco de investimentos e estamos trabalhando com os americanos nos organismos internacionais”, ressaltou.

OCDE

Também presente na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a satisfação em receber a comitiva do embaixador Robert O’Brien, conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, e agradeceu o apoio do presidente Donald Trump para a adesão do Brasil à Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A OCDE reúne os países mais industrializados do mundo e estabelece parâmetros conjuntos de regras econômicas e legislativas para os seus membros. Atualmente, o grupo conta com 36 países-membros, a maioria da Europa.

Da América Latina, apenas o Chile e o México estão no grupo. Para ingressar como membro, o Brasil deve cumprir uma série de requisitos, em um processo que leve, em média, três anos.

Bolsonaro disse ainda que espera comparecer à posse para o segundo mandato de Trump, caso ele seja reeleito, nas eleições que acontecem em novembro nos Estados Unidos. “Não interfiro, mas do coração e pelo respeito que tenho ao povo americano e pelo trabalho e consideração que Trump teve para conosco, [é] que manifesto dessa forma nesse momento”, disse o presidente.

Por Kelly Oliveira e Andreia Verdélio

 Repórteres da Agência Brasil – Brasília

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mundo

Lightyear promete revolução com carro elétrico movido a energia solar

Publicado

em

 

Um carro elétrico, acessível e hiper eficiente, que consiga rodar um quilômetro e meio com o equivalente a R$ 1 de combustível. Esse é o objetivo da startup holandesa de mobilidade limpa Lightyear. Seu primeiro conceito, o Lightyear One, usa células solares integradas ao capô e ao teto do carro, dispensando toda infraestrutura usada normalmente para alimentar veículos elétricos – inclusive as enormes baterias.

A Forbes classificou a startup como a “empresa automobilística mais revolucionária do planeta”, e revelou, em entrevista com o CEO Lex Hoefsloot, que a Lightyear pretende apresentar seu novo protótipo no primeiro trimestre do ano que vem.

“Se a viagem acontecer durante o dia, pode adicionar entre 38 e 59 quilômetros extras no alcance. Acreditamos que um carro com esse baixo consumo de energia pode ser a chave para uma adoção massiva de veículos elétricos”, completa o executivo.

A Lightyear foi fundada por um grupo de ex-alunos da Universidade de Eindhoven, na Holanda, que venceram a corrida do World Solar Challenge com seus carros solares, batizados de “Stella”. Esses veículos foram capazes de gerar mais energia em seus painéis solares do que consumiram em média – o que lhes permitiu terminar a jornada com mais carga do que quando começou.

“Aqui temos uma vantagem competitiva, pois a bateria é a parte mais cara dos veículos elétricos, e no nosso caso temos a menor bateria para o maior alcance. E podemos escalar muito mais rápido devido à falta de necessidade de infraestrutura especial de carregamento das baterias”, conta Hoefsloot.

Via: Forbes

foto site olhardigital

Continue lendo

Destaques

Atual Vereador Leandro de Santana, foi reeleito como Vereador mais votado novamente.

Publicado

em

Por

Vereador Leandro de Santana é reeleito com 521 votos, e se torna o primeiro vereador no município a conseguir conquistar esse feito.
O atual vereador Leandro de Santana, foi reeleito no último domingo, com 521, se tornando assim o mais votado do município novamente, no ano de 2016 ele conseguiu esse feito, conquistando então na época o total de 665 votos.
“- Só tenho a agradecer a todos que novamente depositaram seu voto de confiança em nossos trabalhos, foi 4 anos de aprendizado e experiência, agora estou ainda mais capacitado para esses próximos 4 anos de mandato, e tenho certeza que vou honrar cada voto”, disse Leandro a nossa equipe de reportagem.
Leandro é da coligação que reelegeu também o atual prefeito, Cornélio Duarte, que obteve 43,44% dos votos, tendo assim um total de 5,310 votos, com diferença de 1890 votos de segundo colocado que obteve 27,98% dos votos.

Continue lendo

Mundo

Tatuador gasta quase R$ 3 mil para colocar presas

Publicado

em

Um tatuador sul-mato-grossense, de 41 anos, decidiu colocar um par de presas para completar o visual cheio de modificações corporais. Ao..

Um tatuador sul-mato-grossense, de 41 anos, decidiu colocar um par de presas para completar o visual cheio de modificações corporais. Ao jornal britânico Daily Mail, o brasileiro, que se autodenomina “Orc”, contou que tem 80% do corpo coberto por tatuagens.

Ele também tem oito piercings subdermal (que simulam chifres sob a pele), a língua dividida e os globos oculares tatuados. Agora, gastou cerca de R$ 2,9 mil reais para as presas gigantes.

Morador de Iguatemi (MS), Orc disse que fez sua primeira tatuagem com 15 anos e a primeira modificação aos 35. Apesar de parecido com o personagem Orc, dos Senhor dos Anéis, e com os míticos Orcs da série de jogos Warcraft, o tatuador afirma que está apenas tentando ser ele mesmo.

“Essas são apenas minhas ideias, minhas inspirações que vêm do coração”, contou ao Daily Mail. O artista disse ainda que em seu círculo próximo não costuma receber muitos elogios. “Minha mãe não gosta, meu pai tolera e meus amigos acham estranho”, afirmou.

No entanto, ele diz receber comentários positivos de outras pessoas sobre sua aparência única. “Eles me dizem coisas boas que me motivam a continuar. Pessoas más existem em toda parte e estão sempre por perto, mas elas não me abalam”, relatou. E completou: “Viva, seja feliz, viaje, ame. Faça o que você quiser. A vida passa rápido e a morte é certa”.

Fonte. Terra)

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

--Publicidade--

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: