Conecte-se conosco

Saude

Teste confirma que policial penal de Rondônia foi reinfectado pelo Coronavírus

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Um policial penal de Porto Velho testou positivo em maio deste ano, e nesse mês de setembro voltou a apresentar sintomas. Em novo exame, ele testou positivo para o Coronavírus, de acordo com informações divulgadas pelo Singeperon, sindicato que defende a categoria.

O servidor de 42 anos trabalha no presídio Edvan Mariano Rosendo – o Urso Panda. Após apresentar sintomas, ele foi encaminhado no dia 21 de abril para fazer o teste que estava sendo disponibilizado numa outra unidade prisional, no Urso Branco. Conforme o laudo, a confirmação para Covid-19 veio no dia 16 de maio.

Afastado do trabalho, o policial penal seguiu fazendo o tratamento em casa, se recuperou, retornou ao posto de trabalho e entrou na lista dos servidores penitenciários curados, que já totalizam 351, conforme o Boletim Oficial sobre casos de Covid-19 no Sistema Prisional de Rondônia, divulgado na sexta-feira (18) pela Secretaria de Estado de Justiça (Sejus).

Já no início deste mês de setembro, o servidor voltou a apresentar sintomas relacionados ao Coronavírus. No dia 8 ele fez exame na UPA da zona Sul, quando foi feita coleta de secreção nasofaríngea. Dois dias depois, em 10 de setembro, veio o resultado do teste confirmando novamente infecção por Covid-19.

Confirmações de reinfecção

A Universidade de São Paulo (USP) confirmou o que seria o primeiro caso de reinfecção pelo Coronavírus no Brasil. A paciente é uma técnica de enfermagem de Ribeirão Preto, que foi diagnosticada com a doença pela primeira vez em 13 de maio. Após se recuperar, ela voltou a apresentar os sintomas e, em 2 de julho, passou por novo teste, cujo resultado deu novamente positivo.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconhece a possibilidade de reincidência da Covid-19, conforme divulgado, após um grupo de pesquisadores em Hong Kong, na China, relatar o caso confirmado de reinfecção de um paciente que voltou a ser diagnosticado com coronavírus 4 meses após o primeiro episódio. O relato pode ser um indício de que a imunidade do organismo contra o vírus seja temporária, de cerca de alguns meses, pelo menos para alguns casos. No caso do policial penal de Rondônia, a recorrência também aconteceu 4 meses depois.

Resposta do Estado

O Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia (Singeperon) manifestou preocupação com a recorrência, e cobrou uma resposta do Estado. “Os órgãos governamentais vêm dando ênfase ao quantitativo de curados, sem ainda se manifestar sobre essa possibilidade de reinfecção. Isso é muito preocupante, pois se não acontecer um alerta nesse sentido, a tendência é um relaxamento por parte de quem já teve a Covid, pensando que está livre do risco de voltar a testar positivo”, declarou a presidente da entidade Daihane Gomes.

O Singeperon entende que o caso do policial penal merece uma atenção, uma investigação, por se tratar de um fato: um servidor que foi curado da Covid-19 e que agora tem reinfecção confirmada em exame. O governo de Rondônia ainda não se manifestou sobre o episódio envolvendo o policial penal.

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Saude

Reino Unido pode disponibilizar vacina contra covid-19 antes do Natal

Publicado

em

vacina para Covid-19

Uma vacina contra a covid-19 pode ser disponibilizada para algumas pessoas no Reino Unido antes do Natal, mas um lançamento no início de 2021 é o mais provável, disse Kate Bingham, a responsável pela aquisição de possíveis imunizantes no país, nesta quarta-feira.

“Se as primeiras duas vacinas, ou qualquer uma delas, mostrarem que são seguras e eficazes, acho que há uma possibilidade de que a disponibilização da vacina comece antes do Natal. Mas se não, acho que é mais realista esperar para o início do ano que vem”, disse ela à BBC.

Edição: Maria Claudia

Repórter da Agência Brasil – Londres

Continue lendo

Saude

Santa Luzia volta a ter caso de coronavírus segundo o boletim

Publicado

em

Continue lendo

Saude

Datena é internado e passa por cirurgia às pressas após dores no peito

Publicado

em

José Luiz Datena, apresentador do Brasil Urgente, da Band, passou por um procedimento médico de emergência após sentir dores no peito na noite de domingo (25). Ele foi levado até o Hospital Sírio Libanês, onde foi internado.

 O jornalista gravou um vídeo dizendo que se sente bem e que está em “plena recuperação”. “Meus queridos amigos, minhas queridas amigas de todo o Brasil. Hoje eu dei entrada no Hospital Sírio Libanês com algumas dores no peito, passei por procedimentos, agora há pouco já saí do centro cirúrgico e estou em plena recuperação. Em breve espero estar com vocês de novo”, disse Datena.

“Saúde a todos vocês, meus pêsames a quem tem perdido vidas durante a pandemia, e esperança é a palavra de sempre. Eu já luto contra todo tipo de doença há muito tempo e graças a Deus, em nome de Deus e dos homens influenciados por Ele, tenho vencido essas batalhas”, finalizou.

 
Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: