Conecte-se conosco

Mundo

Bancada Federal de RO cobra atitude do Ministro da Saúde em relação à Covid-19

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), junto com os 7 deputados federais e três senadores que compõem a Bancada Federal de Rondônia,  participou de uma reunião on line, na tarde de segunda-feira (5), com o ministro da saúde, Dr. Marcelo Queiroga. Na reunião foram discutidos assuntos como a distribuição de vacinas contra a Covid-19, falta de médicos e de leitos de UTI.

“Em três dias, mais de 40 médicos pediram demissão do sistema público de saúde de Rondônia. Eu entendo que os profissionais precisam buscar melhores condições de trabalho, mas reforço que através do Programa Mais Médicos, contratem os médicos formados no exterior. Eles querem somar com os médicos com CRM que tem todo o meu respeito e admiração”, solicitou a deputada.

Durante a reunião, também foi questionada a quantidade de vacinas contra a Covid-19 enviadas para Rondônia, para atender o público prioritário. De acordo com o coordenador da bancada, deputado  Lúcio Mosquini, Rondônia tem 617 mil pessoas do público prioritário e até o momento, 213 mil doses da vacina foram recebidas no estado, um déficit de recebimento de 180 mil doses da vacina.

“Recebi essas informações da Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia. Se há erro na conta, isso precisa ser corrigido, pois a população não pode ser prejudicada”, defendeu Mosquini.

De acordo com a Coordenadora Nacional de Imunização, Francieli Fantinato, o cálculo de envio de vacinas para Rondônia, foi baseado principalmente nos dados do último censo do IBGE, realizado em 2010.

“O Plano Nacional de Imunização foi construído por meio dessa estimativa, podendo haver uma margem de erro. Nesse momento nós estamos reavaliando os indicadores para atualizar”, explicou Francieli.

Segundo o Ministro da Saúde, Dr. Marcelo Queiroga, os critérios de envio da vacina acompanham o plano do PNI, que é reconhecido mundialmente e vacina os brasileiros sem distinção.

“Não há, pelo menos da minha parte, nenhum tipo de determinação de beneficiar um estado ou outro. Os cálculos estão sujeitos a erros. Eu já pedi ao corpo técnico do Ministério da Saúde que fizessem análises, de forma clara e pública. Se houver qualquer tipo de impropriedade em relação a Rondônia, será corrigido”, garantiu Queiroga.

O Ministério da Saúde se comprometeu a encaminhar uma resposta oficial para a bancada Federal de Rondônia, com uma avaliação dos números de envio das vacinas.

Fonte: Assessoria de comunicação

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mundo

Câmara Municipal parabeniza Clínica da Mulher pelo prêmio Dr. Pinotti

Publicado

em

A Câmara Municipal de Vereadores de Rolim de Mouravem parabenizar a Diretora Janete Lins juntamente com sua equipe pelo reconhecimento da Clínica da Mulher onde foi premiada pela Câmara Federal com prêmio Dr. Pinotti.

O prêmio Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher reconhece entidades que trabalham pela saúde da mulher.

A clínica da Mulher de Rolim de Moura (RO) foi à única instituição do estado a receber o prêmio. A indicação foi feita pela Deputada Federal Mariana Carvalho que acompanha de perto as ações da gestão rolimourense.

Todos os Vereadores se sentem honrados por esse reconhecimento.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Continue lendo

Destaques

Cansada de ser assediada no trabalho, mulher agride patrão a vassouradas, veja vídeo

Publicado

em

Por

Uma mulher viralizou nas redes sociais após reagir a assédios do próprio chefe agredindo o homem com um esfregão. O caso foi registrado na China e a mulher que aparece batendo no “patrão” é uma funcionária pública de Suihua, identificada pelo sobrenome Zhou.

De acordo com o New York Times, o vídeo passou a circular em uma rede social chinesa no último domingo (11). Ao longo dos mais de 14 minutos, é possível ver a mulher entrando na sala do homem e o agredindo com o esfregão. Ela dá golpes nas costas do chefe e chega a derrubar alguns itens que estão em cima da mesa.

Além das agressões com o esfregão, a mulher também atira livros no rosto do chefe, identificado como Wang, e joga água no rosto dele. Enquanto é agredido, o homem tenta se proteger e pede desculpas, alegando que “estava brincando quando enviou as mensagens”.

Poucos dias antes da publicação das imagens, conforme a imprensa local, Zhou chegou a registrar uma denúncia formal de assédio junto à polícia. As imagens da reação da mulher rapidamente viralizaram nas redes sociais e levantaram novamente a discussão sobre assédio no trabalho.

“Na maioria das vezes, as mulheres são forçadas a ficar em silêncio, porque é difícil investigar assédio sexual. Essa mulher tomou o problema em suas próprias mãos para se defender”, pontuou Lu Pin, uma ativista feminista chinesa, em entrevista ao jornal.

Ainda segundo a ativista, além da reação da mulher, a forma como a atitude foi recebida por outras pessoas ao redor do mundo seria um indicativo da universalidade do problema. “O fato de seu comportamento estar recebendo tanta atenção é um reflexo de que não existem maneiras melhores [para lidar]”, argumentou.

Clica no link e veja o vídeo

https://portalcm7.com/wp-content/uploads/2021/04/Chinese-Woman-Zhou-goes-viral.mp4?_=1

* Com informações do site BHAZ

Conexão Rondonia

Continue lendo

Mundo

Governo de Rondônia canaliza parcerias internacionais por meio de videoconferência com embaixadores de países europeus

Publicado

em

A reunião do CAL foi uma prévia para a Cúpula Global do Dia da Terra

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, participou nesta quarta-feira, 14, de uma videoconferência com os embaixadores de países europeus e dos EUA. Participaram da reunião virtual os embaixadores Nils Martin Gunneng da Noruega, Todd Chapman dos Estados Unidos, Heiko Thoms da Alemanha, Peter Wilson do Reino Unido e Ignácio Ybáñez Rubio da União Europeia, além dos governadores dos 9 estados que integram o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal (CAL). Foram discutidos durante a reunião assuntos relacionados ao clima e meio ambiente.

Além do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha estiveram presentes os governadores Gladson de Lima Cameli do Acre, Antônio Waldez Góes da Silva do Amapá, Wilson Miranda Lima do Amazonas, Mauro Mendes do Mato Grosso, Helder Barbalho do Pará, Antônio Denarium de Roraima, Mauro Carlesse do Tocantins e Flávio Dino do Maranhão que preside o Consórcio.

O embaixador americano garantiu ajudar os governadores a tornar a Amazônia uma grande potência mundial

A reunião é uma prévia para a Cúpula Global do Dia da Terra sobre clima organizada pelo governo dos Estados Unidos. A chamada Cúpula do clima será realizada de forma virtual devido às restrições da pandemia e transmitida ao vivo para o público nos dias 22 e 23 de abril. O evento reunirá 40 governos e chefes de Estado, entre eles o presidente Jair Bolsonaro. A política ambiental brasileira, envolvendo, sobretudo a Amazônia, será uma das pautas principais.

Os integrantes do consórcio (CAL) e os embaixadores americano e europeus falaram bastante sobre o evento e também sobre as questões que envolvem a Amazônia Brasileira. O embaixador dos Estados Unidos Todd Chapmann garantiu ajudar os governadores a tornar a Amazônia uma grande potência mundial. “Não se pode manter a floresta em pé sem cuidar das pessoas e estamos comprometidos com isso”. Ele destacou ainda que o consórcio ajuda a manter o canal de comunicação aberto para que os países membros consigam conversar e encontrar maneiras de apoiar os governadores da Amazônia. “Nós precisamos aprender com vocês governadores que vivem a realidade local. Os países investidores estão atentos ao que vem sendo feito em cada estado. Queremos identificar aqueles que estão implementando medidas positivas e dobrar o investimento daqueles que estão tendo sucesso, analisar cada estado e encontrar soluções duradouras” destacou o embaixador americano.

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha ao usar a palavra disse que os estados da Amazônia Legal estão trabalhando para fazer com que as florestas continuem em pé. Acompanhando a fala do governador Mauro Mendes do vizinho Estado do Mato Grosso. “Nós produzimos alimentos que são exportados para outros países”, destacou o governador de Rondônia ao falar sobre a produção da carne bovina de Rondônia que é livre da febre aftosa. “Nós da Amazônia, gostaríamos de ser reconhecidos pelo público internacional como estados que produzem e tem uma grande população. Penso que é importante esse relacionamento estreito junto ao Ministério das Relações Exteriores e que os embaixadores tenham o interesse de ouvir os gestores da Amazônia”, finalizou.

Ainda de acordo com o governador de Rondônia, o objetivo principal é canalizar as parcerias internacionais para transformar a Amazônia Legal em uma região competitiva, integrada e sustentável, respondendo às prioridades imediatas e de médio prazo definidas pelo Consórcio da Amazônia Legal.

Fonte
Texto: Andreia Fortini
Fotos: Andreia Fortini
Secom – Governo de Rondônia

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: