Conecte-se conosco

Policial

Jovem delegado da PF que colocou quatro prefeitos na cadeia em RO tem fama durão com corruptos e é apaixonado pela Amazônia

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.
Flori comandou ações que resultaram nas operações desta sexta-feira
 
Ainda jovem (41 anos, 11 deles na corporação), o delegado da Polícia Federal Flori Cordeiro de Miranda Júnior, que já tinha fama de “destruidor de esquemas de corrupção em Rondônia”, confirmou isso na manhã desta sexta-feira, 25, ao comandar ações que resultaram na prisão de quatro prefeitos no Estado. Ele lidera a DPF de Ji-Paraná, responsável por várias cidades da região central de Rondônia.
 
“Agente de campo”, lida sem embaraço com a papelada, mas gosta mesmo é de ação: vez ou outra, ele publica nas redes sociais imagens com fuzil em punho, liderando policiais em garimpos e em reservas indígenas. Aliás, é querido por várias etnias e mantém contato frequente com muitas lideranças do “povo da floresta”. Uma das fotos mais curtidas em sua página no Facebook mostra o delegado oferecendo carona a crianças Cinta Larga num helicóptero.
 
Simpático e sociável, do tipo que frequenta festas, mas costuma prender traficantes de drogas sintéticas que abastecem os eventos, Flori, esportista radical que gosta de paraquedismo, anos atrás marcou época em Vilhena, onde prendeu prefeito, Vice e quase toda a Câmara de Vereadores, mergulhados em um festival de ilegalidades.
 
Avesso a entrevistas, não fala sobre casos em andamento, mas é conhecido entre os agentes da PF sob seu comando, por dormir tarde e pular cedo da cama. Em véspera de grandes operações, nem dorme.
 
Graças ao seu desempenho no combate à criminalidade (que inclui tráfico de drogas, garimpos ilegais, exploração de madeiras e outros) em Rondônia, foi promovido e enviado para Sorocaba, no interior de São Paulo. Aguentou pouco a vida no ar condicionado e pediu para voltar às selvas amazônicas.
 
Apesar do risco de vida frequente que corre, costuma andar sozinho. Ao conversar com os mais próximos, gosta de lembrar velhas anedotas da política de sua cidade natal, Capão Bonito, em São Paulo.
 
Para azar de políticos e empresários de Rondônia que vivem metidos em esquemas que desviam milhões em recursos públicos, o delegado não dá sinais de que pretenda deixar a Amazônia.
 
 

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Policial

Várias cabeças de gado são furtadas de uma propriedade, na Zona Rural de Nova Brasilândia

Publicado

em

O proprietário de um sítio, localizado na Linha 09, lado Norte, na Zona Rural do município de Nova Brasilândia do Oeste/RO teve 21 cabeças de gado furtadas.

Na última quinta-feira (22), foi feito um registro de ocorrência policial noticiando o fato. Para subtrair os animais, os criminosos quebraram uma lasca de cerca e afrouxaram o arame.

Os animais furtados se tratam de novilhas, da raça Nelore, de apenas 01 ano de idade e possuem a marca AI.

Há informações de outros proprietários da região relatando que também foram vítimas de furto de gado.

Utilidade Pública

Qualquer denúncia acerca dos animais subtraídos podem ser feitas através do telefone de emergência da Polícia Militar (190) ou da Delegacia de Polícia Civil mais próxima, mesmo que de forma anônima.

Fonte: Alerta Rolim

Continue lendo

Policial

Em Alto Paraíso/RO, PRF apreende 28,40 m³ de madeira ilegal na BR 364 e autua condutor por crime ambiental.

Publicado

em

O motorista transportava madeira com quantidade e perfis divergentes do declarado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na cidade de Alto Paraíso /RO, durante atividade de fiscalização ambiental na BR 364, identificou um carregamento de madeiras sendo transportado de modo contrário à legislação vigente. A quantidade e os perfis das madeiras encontradas no caminhão divergiam do declarado em documento fiscal e de origem florestal. A madeira apreendida tinha como destino a cidade de Campina Verde-MG.

A ocorrência foi registrada nesta quinta-feira (21).

O material e o veículo foram retidos para inspeção dos órgãos ambientais e posterior destinação.

Núcleo de Comunicação Social – (Assessoria de Imprensa)

Superintendência de Polícia Rodoviária Federal em Rondônia

Continue lendo

Policial

Rolim de Moura e mais 42 municípios voltam para a Fase 3 nos protocolos de combate à covid-19

Publicado

em

Rolim de Moura e mais 42 municípios voltam para a Fase 3 de acordo com a publicação da Portaria Conjunta nº 23, fica estabelecido no novo enquadramento do Plano Todos por Rondônia com 43 municípios na Fase 3:

  1. Cacoal;
  2. Ji-Paraná;
  3. Jaru;
  4. Vilhena;
  5. Ouro Preto do Oeste;
  6. Nova Brasilândia d’Oeste;
  7. Theobroma;
  8. Urupá;
  9. Alto Alegre dos Parecis;
  10. Alvorada d’Oeste;
  11. Espigão d’Oeste;
  12. São Felipe d’Oeste;
  13. Machadinho d’Oeste;
  14. Alta Floresta d’Oeste;
  15. Alto Paraíso;
  16. Buritis;
  17. Cabixi;
  18. Cacaulândia;
  19. Campo Novo de Rondônia;
  20. Castanheiras;
  21. Cerejeiras;
  22. Colorado do Oeste;
  23. Corumbiara;
  24. Costa Marques;
  25. Cujubim;
  26. Governador Jorge Teixeira;
  27. Itapuã do Oeste;
  28. Ministro Andreazza;
  29. Monte Negro;
  30. Nova Mamoré;
  31. Nova União;
  32. Novo Horizonte do Oeste;
  33. Parecis;
  34. Presidente Médici;
  35. Rio Crespo;
  36. Santa Luzia d’Oeste;
  37. São Francisco do Guaporé;
  38. São Miguel do Guaporé;
  39. Seringueiras;
  40. Teixeirópolis;
  41. Vale do Anari
  42. Pimenta Bueno. 

Porto Velho, Ariquemes, Mirante da Serra, Candeias do Jamari, Primavera de Rondônia, Guajará-Mirim, Chupinguaia, Pimenteiras do Oeste e Vale do Paraíso são os municípios que passam para a fase 4 do Plano Todos por Rondônia. O novo enquadramento foi divulgado na quinta-feira (22), na edição 207 do Diário Oficial do Estado de Rondônia (DOE), por meio da Portaria Conjunta nº 23, de 21 de outubro de 2020, em acordo com o Decreto nº 25.470, de 22 de outubro de 2020, que estabelece o Sistema de Distanciamento Social Controlado para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus – Covid-19.

Fonte e foto. Rolim Notícias

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: