Conecte-se conosco

Policial

Policia Federal deflagrou OPERAÇÃO POLÍGRAFO em Rondônia

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (30/07/2020), a denominada OPERAÇÃO POLÍGRAFO, visando desarticular esquemas de fraudes na aquisição emergencial de testes rápidos para diagnóstico da COVID19, por parte da Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia – SESAU.

A ação decorre de trabalho conjunto entre a Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Ministério Público de Rondônia, que resulta no cumprimento de 13 (treze) mandados de busca e apreensão, todos eles autorizados pelo Poder Judiciário do Estado de Rondônia.

Os mandados estão sendo cumpridos em Porto Velho/RO, Itajaí/SC, Balneário Camboriú/SC e Rio de Janeiro/RJ. O valor total da contratação investigada chega a R$ 10.500.000,00 (dez milhões e quinhentos mil reais).

Durante as investigações, foram apurados indícios de irregularidades na dispensa de licitação para compra dos testes, que não possuíam registro na ANVISA, e superfaturamento no valor de cada unidade adquirida, comparado ao preço ofertado em chamamento público realizado pela Superintendência Estadual de Licitações – SUPEL.

Com base na análise dos processos licitatórios, a CGU constatou ainda indícios de favorecimento à determinada empresa em detrimento daquelas com propostas mais vantajosas, bem como o pagamento adiantado de cerca de R$ 3 milhões de reais, sem apresentação de garantias suficientes para cobrir os riscos relacionados à entrega dos produtos. Esse montante foi bloqueado judicialmente na esfera cível, a pedido do Ministério Público, até a conclusão das investigações.

Essa empresa suspeita foi alvo da “Operação Dispneia”, deflagrada pela Polícia Federal em 25/04/2020, com objetivo de apurar irregularidades na venda de respiradores pulmonares à Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza/CE.

Os investigados serão ouvidos na sede da Polícia Federal e responderão, na medida de sua participação, pelos crimes de fraude à licitação, corrupção, peculato, falsidade ideológica e associação criminosa, dentre outros ilícitos a serem apurados.

O nome da operação “Polígrafo” refere-se ao aparelho eletrônico conhecido popularmente como detector de mentiras, como menção às fraudes e direcionamentos das licitações.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO

Contato (69) 3216-6242

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Policial

URGENTE: Corpo de jovem é achado carbonizado ao lado de carrinho de mão em incêndio

Publicado

em

O corpo de um jovem foi encontrado carbonizado na madrugada deste sábado (8) na cidade de Denise, a 208 km de Cuiabá. Inicialmente a Polícia Militar foi chamada par verificar um incêndio e acabou localizando o corpo da vítima, ao lado de um carrinho de mão.

O corpo estava carbonizado na Avenida Paraná.

A PM recebeu uma ligação por volta de 3h30 para verificar um incêndio nas proximidades do rio Buritis.

 

A polícia isolou o local e chamou a Polícia Civil, peritos e Instituto Médico Legal.

Até o início da manhã a vítima não havia sido identificada.

 Fonte: G1 MT

Continue lendo

Policial

Foi beber com a “Dama”, além de não pagar a bebida, furtou o celular e acabou preso em Ji-Paraná

Publicado

em

A ocorrência de furto aconteceu na sexta-feira, 7 de agosto de 2020, em um bar localizado na T-20, bairro Nova Brasília, Ji-Paraná -RO.

Um indivíduo chegou no referido bar, sentou-se em uma mesa, e começou a ingerir bebida alcoólica com uma moça do local. 

A moça precisou dar uma rápida saída da mesa para mudar a música, e quando retornou, seu aparelho celular que havia deixado ao lado da bebida havia “tomado doril”, sumiu.

Ela perguntou ao indivíduo que ficou na mesa, ele disse não saber. A moça procurou procurou e nada do celular, então acionou a polícia.

Os policiais chegaram no local, logo fizeram uma busca no índividuo, e para surpresa de ninguém, o celular estava nas calças do safado.

O pilantra nem a bebida que consumiu pagou. Diante da situação, homem  recebeu voz de prisão por furto, e foi parar no corró da Unisp.

Continue lendo

Policial

Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná

Publicado

em

Uma ação em conjunto entre a PM e a PC, na tarde desta sexta-feira, dia 07, resultou na prisão de cinco pessoas que estavam traficando na região Central do Estado já há algum tempo. Com os criminosos, a Polícia apreendeu mais de 12 Kg de drogas, como Maconha, Cocaína e Crack.

De acordo com a PM, a primeira apreensão aconteceu na BR 364, saída para Presidente Médici. Um Policial Militar, que estava de folga, andava pelo bairro Novo Ji-Paraná, quando avistou um indivíduo saindo de um local conhecido como “Boca da Tia”, localizada na Rua Pedro Lira Pessoa, e colocando uma porção considerável de drogas no bolso. Em seguida, ele montou na garupa de um mototaxista e saiu do local, sentido ao Anel Viário.

Diante da suspeita, o militar solicitou apoio e uma Guarnição de Rádio Patrulha abordou a dupla já na BR 364. Com o passageiro, identificado como Adriano Ferreira Guedes, os PM’s localizaram 01 tablete de Maconha, 100 gramas de Crack e aproximadamente R$ 500 reais em dinheiro. O mototaxista falou que não tinha conhecimento sobre a droga e que estava apenas fazendo uma “corrida” para seu amigo, porém, acabou se contradizendo em vários momentos.

Continuando com as diligências, já com o apoio de Policiais Civis, coordenados pelo Delegado Dr. Henrique Mendonça Bittencourt, a equipe se dirigiu até a “Boca da Tia” e lá, localizaram quase meio quilo de Maconha, uma certa quantidade de Crack e Cocaína, balança digital e dinheiro. A proprietária da casa, que já cumpre pena por Tráfico de Drogas e está usando tornozeleira eletrônica, assumiu o comércio de drogas e também foi conduzida para a UNISP. Ela foi identificada como sendo E. M., vulgo “Tia”.

Já em outra casa, localizada na Rua Shalon, ainda no mesmo bairro, os policiais encontraram mais de 10 quilos de Maconha e uma porção considerável de Crack. Neste local, foram presos R. L. e J. P.

Segundo a Polícia, os 10 quilos de Maconha já estava embalada e pr

Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Trabalho em conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

Mais Lidas

Copyright © 2020 Portal de Notícias Rondônia News. Todos Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: