Conecte-se conosco

Destaques

Nelson Teich diz que pico de casos do Covid-19 é imprevisível e que segunda onda de contaminações é real

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.
Reprodução

O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse nesta quarta-feira (29) que não é possível saber quando será o pico de casos do novo coronavírus no país e que a possibilidade de uma segunda onda da pandemia é real.

“Quando é que vai ser pico? Não sei e ninguém sabe. Um dos grandes problemas de se definir uma data é que aquela sugestão se transforma em promessa de um dado real. Quando aquilo não acontece, todo mundo começa a se perguntar se a gente não está fazendo algo errado apenas porque não deu certo a data”, afirmou o ministro em audiência virtual do Senado Federal.

Segundo Teich, a falta de informações precisas sobre o coronavírus faz com que não seja possível excluir a possibilidade de uma “nova onda” mesmo após eventual queda de casos no país.

“Essa falta de informação impede de entender melhor o futuro. Se a imunidade vem com 60%, 70%, 80%, até aí os números não são precisos, é muito longe. O que te deixa em alerta para a possibilidade de uma segunda onda. Ela é real. Outro dado importante é que já existem relatos isolados de pessoas que tiveram a doença duas vezes. O que não garante nem que você ter o anticorpo seja correto”, disse.

Teich citou ainda que não é possível saber, por exemplo, se pessoas já infectadas poderiam ter novamente a doença.

Flexibilização do isolamento

Na sessão, que durou 5h30 e foi feita por videoconferência, Teich voltou a citar a intenção de aumentar a testagem, mas frisou que não há como garantir a oferta para toda a população.

Ele também disse que a pasta pretende fazer uma diretriz com parâmetros diferentes para isolamento social conforme a região e diferentes populações do país, o que abriria espaço para uma possível flexibilização.

“Não há crítica à política adotada até então, mas a partir de agora, de posse de informações atualizadas de estados e municípios, percebendo os distintos perfis de comportamento da doença por região bem como o padrão de evolução da epidemia em cada localidade, definimos que nossas ações devem ser pautar por distribuição não linear de insumos e de meios”, disse.

“Nos lugares onde a doença está numa situação mais crítica, iremos atuar, mais forte, direto. Nos lugares onde existe uma menor quantidade da doença, ou não existe, está sendo monitorado. Se começarmos a ver algum indício de que aquilo vai evoluir, vamos atuar”, ressaltou.

“Enquanto a gente não tiver uma definição clara de como são as curvas e como vai ser uma sequência de distanciamento, vamos manter o que está sendo feito até hoje”, disse.

Em discurso diferente do que vinha adotando nos primeiros dias no cargo, quando ainda questionava a velocidade do aumento de casos e mortes, Teich reconheceu que há risco ao sistema de saúde.

“Não deixar o sistema colapsar é o objetivo máximo nesse momento”, disse. “É difícil o sistema de saúde estar preparado para um volume tão grande de pessoas chegando ao mesmo tempo.”

Declarações de Bolsonaro

Ao responder questionamentos de senadores sobre declarações e atos do presidente Jair Bolsonaro em relação à Covid-19, Teich disse que não comentaria o “comportamento”, mas afirmou que o chefe está preocupado com as pessoas e que foi esse o motivo pelo qual aceitou o convite para a pasta. 

– Eu não vou discutir aqui o comportamento. Mas posso dizer que ele (Bolsonaro) está preocupado com as pessoas, com a sociedade. O alinhamento é nesse sentido. Quando fui chamado, aceitei porque existe um foco total em ajudar a sociedade, as pessoas. Tenho certeza que é a preocupação do presidente. Fui trazido por causa disso.

Fonte: R7

--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Destaques

URGENTE – Jovem é executado a tiros no Bairro Cidade Alta, em Rolim de Moura

Publicado

em

Por

O fato ocorreu no começo da tarde desta quinta-feira, dia 29, na Rua L do Bairro Cidade Alta, em Rolim de Moura.

Conforme as primeiras informações, dois indivíduos em uma motocicleta chegaram na residência e chamaram o jovem pelo nome, que ao ir atender os criminosos foi alvejado ao menos por 04 disparos de arma de fogo.

Após efetuar os tiros, a dupla se evadiu. O Corpo de Bombeiros compareceu ao local e constatou que Raone do Nascimento Bergamaschi, de 19 anos já estava em óbito. Ele foi atingido por disparos na cabeça, braços e costas.

Raone estava morando na cidade a cerca de 04 meses e trabalhava em um frigorífico. Anteriormente ele residia em Nova Brasilândia do Oeste.

Neste momento Guarnições da PM estão em diligências em buscas dos assassinos.

Fotos Cristiano 

texto alerta rolim

Continue lendo

Destaques

Rolim de Moura- Ladrão invade residência e subtrai 3.500 reais além de objetos e TV no Bairro Jardim Tropical

Publicado

em

Por

Um furto a residência foi registrado nesta terça-feira (20), na Avenida Coronel Jorge Texeira, Bairro Jardim Tropical em Rolim de Moura.

Segundo informações, a vítima chegou em casa e encontrou a janela da frente arrombada, rapidamente adentrou e sentiu falta de uma quantia de aproximadamente 3,500,00 reais, uma TV, joias, roupas, perfumes e outros objetos a mais.

De acordo com relatos a vítima conseguiu encontrar parte dos objetos escondidos em uma casa abandonada, o autor do furto havia deixado para levar depois, mas o dinheiro e outros objetos não foram recuperados.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local, os militares colheram as informações e passaram a realizar diligencias no intuito de localizar o suspeito, mas não obteve êxito.

Fonte: Rondonianews.com

Imagem ilustrativa

Continue lendo

Destaques

Rolim de Moura- Motoneta Honda e furtada na noite passada é recuperada pela PM

Publicado

em

Por

Uma motoneta Honda Biz C100 que foi furtada na noite desta sexta feira (16), foi recuperada pela Polícia Militar em Rolim de Moura.

Segundo informações a vítima teve sua motoneta furtada no quintal da sua casa na Avenida Vitória, a vítima informou que ouviu um barulho e ao sair para ver, não viu mais a motoneta.

A PM foi acionada e compareceu ao local, os policiais com as informações passaram a realizar diligências no intuito de localizar o veículo.

Neste sábado (27), a PM conseguiu encontrar a motoneta que estava em posse de um suspeito que já é um velho conhecido no meio policial, ( Vulgo Brincadeira).

Os militares checaram a placa do veículo e foi constatado que a moto era produto de furto e encaminhou para Unisp para ser restituído pelo proprietario.

Fonte: Rondonia News

 

Continue lendo
--Publicidade--

Publicidade

Publicidade

--Publicidade--

Artigos

Categorias

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: