Conecte-se conosco

Policial

Presos tentam arrancar ‘janela’ de cela para fugir de presídio em Ariquemes, RO

Publicado

em

Aos Leitores, ler com atenção:
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove ao contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

Detentos usaram objetos para quebrar concreto onde fica grade. Tentativa de fuga foi frustrada pelos agentes, diz Sejus.

Presos tentavam arrancar grade da janela em Ariquemes — Foto: Singeperon/Divulgação

Detentos do Centro de Ressocialização de Ariquemes (RO) tentaram fugir da unidade prisional no último fim de semana, no Vale do Jamari. Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon), os presos estavam tentando arrancar a grade da ‘janela’ de uma cela para escapar da prisão.

A tentativa de fuga foi descoberta durante uma revista feita na cela. “Ao entrarem na cela, os agentes penitenciários notaram que os presos estavam arrancando a massa de chumbamento onde tem a grade da janela. Mais alguns minutos e eles teriam fugido”, diz Clebes Dias, vice-delegado do sindicato.

O Singeperon diz que ainda não sabe quantos presos estavam na cela onde teve a tentativa de fuga. No local foram encontrados vários objetos que estavam sendo usados para arrancar a massa de concreto.

Em nota, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) confirmou a tentativa de fuga no Centro de Ressocialização, mas destacou que os agentes ‘frustaram’ a ação dos apenados.

Objetos apreendidos pelos agentes na cela — Foto: Singeperon/Divulgação

Objetos apreendidos pelos agentes na cela — Foto: Singeperon/Divulgação

Fugas no presídio

Várias fugas foram registradas no Centro de Ressocialização de Ariquemes. A última foi em 20 de outubro, quando seis detentos escavaram um túnel de cerca de dois metros de profundidade e, com isso, conseguiram ter acesso ao pátio da penitenciária. Na sequência, escalaram as grades de contenção e escaparam.

Fonte: G1/Ro

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Acidentes

Após carreta carregada de caixa de oleo de cozinha tombar populares saqueiam carga e coloca a venda no OLX

Publicado

em

Após uma carreta carregada de caixa de óleo ttombarna BR 319, na cabeceira da ponte do Rio Madeira em Porto Velho, populares  saque generalizado a uma carga de óleo de cozinha que estava em um caminhão que tombou na cabeceira da ponte da BR-319 sobre o rio Madeira, em Porto Velho (RO), nesta última quinta-feira (28), a possível venda desses produtos já começam a ser registradas na internet pelo OLX.

As caixas de óleo estavam sendo vendidas por 50 reais com 20 unidades, no momento após o acidente, a PM compareceu ao local para amenizar a situação, pois haviam muitas pessoas saqueando a carga , maioria para vender para outras pessoas,  muito triste uma cena desta.

 

Vale ressaltar que o Direito Penal resguarda o patrimônio e a posse de um bem que não pertence ao agente se caracteriza crime, já que de acordo com a Lei, o que foi evidentemente ou presumidamente perdido por alguém não é considerado coisa sem dono, sendo crime previsto no art. 169 do Código Penal, levando a penas entre um mês a um ano de detenção. 
Caso a carga estiver segurada, o material que caiu do caminhão pertence à seguradora, que dará os devidos encaminhamentos e qualquer investida sobre a carga se configura em furto.
Fonte: Rondonia ao Vivo
Parte redação editada por Alex Tedeschi 
Assista o vídeo clicando no link abaixo
Continue lendo

Destaques

Vilhena –Homens são presos pela PF e PM com caminhões carregados de madeiras irregular extraída de reserva indígena

Publicado

em

Na tarde de hoje (28.05.2920), em mais uma ação policial, foi localizado pela Polícia Militar de Rondônia, grupo de homens realizando transporte de diversas toras de madeira sem qualquer documentação, como determina a lei. Dois caminhões foram abordados no momento em que realizavam o transporte ilegal.
Apresentados na Polícia Federal, três homens foram presos em flagrante pela prática de furto de bens da União, uma vez que há suspeita de terem extraído ilegalmente madeiras da terra indígena “Tubarão Latunde”.
Serão também investigados por outros crimes conexos, em especial relacionados a destruição das florestas da região do Cone Sul de Rondônia.
Após representação do Delegado de Polícia Federal, a Justiça Federal determinou a prisão preventiva dos mesmos, que se encontram na Casa de Detenção de Vilhena.
Na oportunidade a PF reafirma seu compromisso de combate a crimes ambientais e está disponível no número 69-3316-1600 para denúncias.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO

Continue lendo

Policial

Alta Floresta: Policia Civil Prende Acusado de Estupro

Publicado

em

vulnerável.

Foi recebido na delegacia de Alta Floresta d’Oeste a denuncia de que uma menor de 12 anos estaria namorando o investigado de 29 anos, sendo que pouco tempo depois surgiu uma nova notícia desta vez informando que a menor já estaria morando com o suspeito.

Foram feitas diligências pelo setor de investigações e confirmou-se essa situação. Diante das informações o Delegado Eduardo Calixto representou pela prisão preventiva do investigado que prontamente foi analisada e decretada pelo Poder Judiciário. Então, com o mandado de prisão em mãos os policiais civis diligenciaram e prenderam o investigado que atualmente encontra-se preso no presídio local aguardando julgamento pela justiça.

A conduta do investigado está prevista no artigo 217-A do CP, e tem uma pena prevista de 8 a 15 anos de reclusão. O Delegado disse ainda que a Policia Civil de Alta Floresta esta atenta buscando sempre apurar de forma rápida este tipo de crime envolvendo abuso sexual contra menores, e pode receber denuncias por parte de qualquer pessoa através do telefone 197 – “Disque Denúncia” da Polícia Civil.

O Delegado esclarece que a legislação é muito rígida em casos de abuso sexual contra menores, e em especial menores de 14 anos, uma vez que neste caso o consentimento da vítima não tem nenhum valor e mesmo que a menor queira se relacionar com alguém este responderá criminalmente. Esclarece também que algumas pessoas pensam que se os pais da menor autorizarem a mesma a se relacionar com alguém, mesmo que seja com intenções de namoro sério ou de constituir família, o fato deixaria de ser crime, entretanto trata-se de um grande equivoco pois ainda assim o autor do fato responderá criminalmente e até os pais ou responsáveis que venham autorizar tal relacionamento também poderam responder criminalmente por essa conduta.

“Polícia Civil de Alta Floresta, na defesa dos direitos do cidadão e da sociedade”

Fonte: Assessoria Pc

Continue lendo

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: