quarta-feira , dezembro 11 2019


Casa / Destaques / Solidariedade: Leilão Direito de Viver é lançado em Ji-Paraná

Solidariedade: Leilão Direito de Viver é lançado em Ji-Paraná

O lançamento da edição comemorativa aos 10 anos do Leilão Direito de Viver de Ji-
Paraná, com renda total em prol ao Hospital de Amor, aconteceu na última quinta-feira
(14) com a presença da imprensa, voluntários e captadores no Parque de Exposições
Hermínio Victorelli. O evento é promovido pelo Hospital de Amor através de um grupo
de voluntários, coordenados pelo presidente do Leilão do Direito de Viver, Sérgio
Ferreira e Silvia Cristina, coordenadora do Hospital do Câncer de Barretos, que nessa
edição pretendem reforçar a divulgação nos aplicativos das redes sociais e captarem o
maximo de doações possíveis a serem leiloados.
A coordenadora do HCB em Ji-Paraná, deputada Federal Silvia Cristina (PDT)
informou que o 10° Leilão Direito de Viver será realizado no dia 14 de dezembro, às
12h, no Thatersal de Leilões do Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji-
Paraná. “Estamos trabalhando bastante para que o leilão em Ji-Paraná seja um sucesso e
que o município continue mostrando o seu lado solidário”, comentou.
O leilão está sendo organizado por grupo de voluntários, coordenado pelo presidente do
Leilão Direito de Viver, Sérgio Ferreira com apoio incondicional do Grupo de Apoio
aos Portadores de Câncer (GAPC). “Em 2017 arrecadamos mais de R$ 500 mil com
nosso Leilão, recursos com renda total em prol ao Hospital de Amor. A participação
popular foi surpreendente, e o resultado foi o arremate de brindes e bovinos que
conseguimos através de nossos captadores. Acreditamos que esse ano não será diferente
e vamos superar as expectativas”, disse Sérgio Ferreira, presidente do Leilão.
Entre as novidades, desta edição o registro de doação de uma máquina de costura Singer
original fabricada em 1950. “Essa máquina Singer original veio para o Projeto Força na
Peruca, através de uma história minha sobre meu tratamento, que postei nas redes
sociais, de uma moça chamada Claudia. Ela tinha uma mãezinha, que se dedicava muito
as obras sociais, quando ela faleceu, a filha viu a necessidade de entregar a máquina ao
Projeto Força na Peruca, a pedido da mãe dela; e foi e me entregou essa máquina para
que eu pudesse fazer uma rifa, mas como o projeto tem aporte financeiro e no momento
não era nossa necessidade eu resolvi doar para o Leilão Direito de Viver”, disse
Gislaine Dias, voluntária.
Para o presidente do Leilão Direito de Viver, Sérgio Ferreira os preparativos estão a
todo vapor para realização de mais um evento. Nosso objetivo será de superarmos ás
edições anteriores, tanto em volume de brindes, quanto na captação de bovinos e
arrecadação. Na verdade queremos por meio desse evento, retribuir e agradecer as
inúmeras parcerias estabelecidas com o Hospital de Amor, que tem feito grandes
investimentos em prevenção, ensino e pesquisa para tratamento de pessoas acometidas
com câncer”, ressaltou Sérgio.

Legenda: Os recursos arrecadados serão destinados ao tratamento de pacientes com
câncer em Rondônia
Por: Wilson Neves

Sobre Alessandro Tedeschi da Silva

Verefique tambem

Apesar da conta mais barata, Aneel também aprova reajuste de 0,11% este mês

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (10) um reajuste médio de …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: