domingo , maio 19 2019
Home / Destaques / Durante “Operação Paz no Campo”, armas, munições e carga de madeiras são apreendidas pela Polícia Militar do 10º BPM

Durante “Operação Paz no Campo”, armas, munições e carga de madeiras são apreendidas pela Polícia Militar do 10º BPM

Durante os dias 10, 11 e 12 de maio, a Polícia Militar da área do 10º BPM realizou a “Operação Paz no Campo” na região da Zona da Mata, e resultou na apreensão de armas de fogo e munições de diferentes calibres, além de uma carga de madeira sem licença ambiental.

Na sexta-feira, dia 11, durante patrulhamento na zona rural do município de Alto Alegre, equipes da Polícia Militar abordaram dois suspeitos em uma caminhonete e foram encontradas no interior do veículo uma espingarda calibre 32, um revólver calibre 38, várias munições de diferentes calibres e um animal abatido.

Os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia do Oeste, juntamente com todo o material apreendido, onde foi registrada a ocorrência policial.

Já no sábado, dia 12, enquanto policiais militares realizavam patrulhamento e abordagens na área rural de Alta Floresta, interceptaram um caminhão Mercedes Benz com uma carga de madeira sem a devida autorização. Durante buscas realizadas no interior da cabine foi encontrada uma espingarda calibre 32.

A carga de madeira foi apreendida com base no Artigo 46 da Lei nº 9.605. A arma de fogo também foi apreendida e o motorista do caminhão foi preso e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Alta Floresta. Junto à polícia, o condutor relatou que a arma e a carga de madeira não são de sua propriedade.

Polícia Militar do Estado de Rondônia: nossa profissão, sua vida!

Seção de Comunicação Social do 10º BPM / 17 de maio de 2019.

Comments

comments

Compartilhar

Sobre Redação Rondonia

Veja Também

Rolim de Moura- Urgente motociclista perde a vida após colisão na traseira de carro na RO 010

Compartilhar no WhatsappUm motociclista identificado como Sebastião Rodrigues de Oliveira de 61 anos perdeu a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *