quarta-feira , agosto 21 2019
Casa / Destaques / Prefeito e assessor são alvos de investigação do MP por suposta irregularidades em uso de diárias

Prefeito e assessor são alvos de investigação do MP por suposta irregularidades em uso de diárias

Após uma matéria veiculada em nosso portal de noticias Rondônia News este ano onde denunciávamos a farra com as diárias e assessor viajava mais que o prefeito sendo que em 2 anos o assessor pegou um equivalente a  48 mil reais e diárias .

Após um período o Ministério Público de Rondônia  abriu uma investigação contra o prefeito de Parecis ,RO, Luiz Amaral de Brito e o Assessor Marcelo Vidotto que é assessor do prefeito se tornando então alvos de investigação por suposta irregularidades no uso das diárias.

 Nesta última semana, o promotor de justiça, Jônatas Albuquerque Pires Rocha, instaurou o procedimento Preparatório Difusos e Coletivos, com a finalidade de apurar possíveis irregularidades na concessão e pagamento de diárias aos agentes públicos citados.

Antes do procedimento, o promotor encaminhou recomendação do mandatário municipal e secretários da prefeitura para apenas autorizem o pagamento de diárias em caso de justificativa clara e precisa, acerca do motivo e da necessidade do deslocamento, bem como demonstração da necessidade de pernoite.

Na recomendação, o promotor considerou que a Lei Ordinária 497/2014 determina que, para efeito desta lei, considera-se “diária” o benefício concedido em dinheiro para o custeio das despesas de alimentação e hospedagem do beneficiário quando em viagem ou deslocamento foram da sede de sua lotação, para o cumprimento de serviços de interesse do Município.

Considerou que a aludida lei, dispõe ainda que, no tocante à prestação de contas das diárias ou despesas com locomoção concedidas, os gastos serão comprovados mediante bilhetes de passagens, declarações, certificados, diplomas, relatório de viagens, contendo uma série de requisitos.

Explicou que o prefeito e o servidor, no período de janeiro de 2017 a fevereiro de 2019, usaram grande parte das diárias concedidas com a finalidade exclusiva de suposta visita a órgãos públicos de outros municípios, principalmente Porto Velho (ARON, INCRA, SEDUC, SEAGRI, DER), sob alegação genérica e vaga de “resolver assuntos da prefeitura”.

A farra com as diárias esta tanto que eles deixavam muitas informações no portal transparência como sempre para os mesmos lugares citada acima (AROM, ASSEMBLEIA LEGILATIVA, DER) todo os dias quase eram para este local, e os valores sempre 1200, pouco mais de 2000 mil reais

Alegou que, na prestação de contas, percebe-se que os mesmo contém apenas documentos comprobatórios de gastos com alimentação e estadia, carecendo de uma descrição e comprovação mais detalhada acerca das atividades a serem realizadas quando dos deslocamentos.

O promotor assevera que “verificou-se que algumas das diárias foram concedidas para custear o deslocamento a eventos de cunho nitidamente particular, a exemplo da ‘abertura da Rural Show’, não restando evidenciado, nesse particular, o interesse público que deve permear a concessão de diárias”.

Ao instaurar o procedimento preparatório, o promotor determinou que o prefeito e o servidor sejam notificados para que ambos compareçam na promotoria de Justiça no dia 28 de agosto, às 09h30, para prestarem esclarecimentos quantos aos fatos em apuração.

Extra de Rondônia e o Portal de Notícias Rondônia News deixa espaço à disposição dos agentes públicos para eventuais explicações do caso.

Fonte: Extra de Rondônia e parte Rondônia News

Por Alex Tedeschi

 

Sobre Alessandro Tedeschi da Silva

Verefique tambem

Bolsonaro parabeniza ação policial no Rio: “Hoje não chora a família de um inocente”

Bolsonaro parabeniza policiais por ação contra sequestro no Rio O presidente Jair Bolsonaro parabenizou os …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: